A COVID-19 colocou o comércio eletrônico na vanguarda do varejo. Antes da pandemia, as compras online crescem a um ritmo constante de 4,5% ao ano em todo o mundo. Mas o cenário do varejo mudou profundamente este ano, principalmente devido às medidas de restrição de movimento destinadas a proteger a saúde pública e à crescente preferência do consumidor por evitar lojas físicas. Os negócios que conseguiram se adaptar às plataformas digitais prosperaram, em geral, enquanto os varejistas tradicionais com estratégias on-line pequenas diminuíram, com vários dos mais importantes entrando em processo de falência.     O crescimento do e-commerce também contribuiu para o aumento dos serviços financeiros digitais prestados a pequenas empresas e consumidores. Serviços como pagamentos digitais, crédito e seguros estão cada vez mais sendo oferecidos no ponto de venda por empresas não financeiras – uma tendência conhecida como financiamento integrado. Este aumento no financiamento integrado pode melhorar significativamente o acesso ao financiamento para pequenas e médias empresas, reduzindo custos e aumentando a eficiência na economia digital.     Nos últimos anos, plataformas como Alibaba, Mercado Livre, Jumia e Amazon se aventuraram nas finanças seguindo um arco semelhante: adicionar facilitação de pagamentos a suas plataformas e, em seguida, expandir esses recursos […] read more